Dia Mundial da Água

Dia 22 de março foi a data escolhida pela Organização das Nações Unidas – ONU, através da resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1992, determinando que seria a data oficial para comemorar e realizar atividades de reflexão sobre o significado da água para a vida na Terra.

→ Em resumo, a declaração diz:

  1. A água faz parte do patrimônio do planeta;
  2. A água é a seiva do nosso planeta;
  3. Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados;
  4. O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos;
  5. A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores;
  6. A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo;
  7. A água não deve ser desperdiçada nem poluída, nem envenenada;
  8. A utilização da água implica respeito à lei;
  9. A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social;
  10. O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

 

Todos sabemos, apesar de nem sempre estarmos atentos, da necessidade de cuidarmos na preservação e uso consciente da água.

A água é vital para a raça humana. Lembrem-se de que cerca de 70% do nosso peso corporal é constituído por água.

Sem água desidratamos, sem água morremos.

Você sabia que a água tem um importante papel no funcionamento do nosso organismo?

A água tem a função tanto de transportar os nutrientes pelo nosso corpo, quanto de eliminar do organismo os produtos tóxicos, principalmente quando urinamos ou transpiramos. Também faz a regulação da temperatura do corpo.

O nosso planeta está repleto de água, mas estima-se que apenas 0,77% esteja disponível para o consumo humano. Vale destacar, no entanto, que essa quantidade não está distribuída igualmente por todo o território, consequentemente, existem locais onde esse recurso é bastante escasso.

A água também é vital para todos os seres vivos.

Você sabia que a maior parte da água doce disponível no planeta para consumo é utilizada na agricultura (cerca de 60%), enquanto apenas 9% é utilizada nas nossas casas.

Ainda enfrentamos o problema da baixa qualidade desse recurso tão precioso.

A poluição causada pelas atividades humanas torna a água disponível imprópria para o consumo.

Segundo a Organização das Nações Unidas, 1 em cada 3 pessoas no mundo não possui acesso à água potável. Três bilhões de pessoas não possuem instalações básicas para lavar as mãos de forma adequada.

Esse quadro é preocupante, pois está relacionado com uma série de doenças, e o hábito de lavar as mãos pode prevenir várias enfermidades.

Faça uso consciente. Cuide. Preserve. Não desperdice.

 

“Declaração Universal dos Direitos da Água” – Resolução A/RES/47/193 de 21 de fevereiro de 1992

1.-A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamente responsável aos olhos de todos.

2.-A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.

3.-Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

4.-O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

5.-A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

6.-A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

7.-A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneirageral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

8.-A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

9.-A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

10.-O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

 

“A água merece o seu respeito, se ela estiver doente, você também estará.”

 

Mais informações ligue (11) 99870-3054 ou (11) 94929-5458

 

Quer mandar um e-mail? [email protected]

 

Nos acompanhe nas redes sociais:

https://www.facebook.com/dibrasiladventure/

https://www.facebook.com/slackline.dibrasil/

https://www.instagram.com/dibrasiladventure/

https://www.instagram.com/slacklineforall/

 

→FALE CONOSCO!